O processo de reorganização dos anarquistas no Brasil possui um capítulo especial que merece destaque na conjuntura da reconstrução da memória libertária.

É o jornal Ação Direta, importante veículo de informação e divulgação das lutas dos libertários, que foi editado e distribuído principalmente no Rio de Janeiro e São Paulo. Tendo como expoentes importantes militantes como Juan Peres, José Oiticica, Roberto das Neves, Ideal Peres e outros, o jornal
funcionou regularmente de 1946 à 1959, tornando-se um centro aglutinador do anarquismo e de anarquistas no período.

O Núcleo de Pesquisa Marques da Costa, somando-se ao esforço de resgate da memória anarquista e comemorando seus cinco anos de fundação, convida a participar da homenagem à um destes libertários que testemunharam este período, o professor Adélcio Copelli, integrante da equipe do jornal.

Paralelamente a isto, a coleção do jornal, parte integrante do acervo da Biblioteca Social Fábio Luz foi digitalizada pelo Arquivo de Memória Operária do Rio de Janeiro, e em breve estará a disposição dos pesquisadores e militantes interessados em conhecer melhor este periódico.

Memória é luta!

Data: 08/12 – Terça-Feira

Local: Prédio do Instituto de Filosofia e Ciência Sociais da UFRJ, largo de São Francisco 01. Sala 106.

Horário: 14h

ORGANIZAÇÃO

Arquivo de Memória Operária do Rio de Janeiro e Núcleo de Pesquisa Marques da Costa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s